menu

Suspeito de participar de morte de garçom em Caruaru é preso

Polícia encontrou homem em uma unidade de saúde para cumprir mandado de prisão por roubo

Renan da Silva Melo, 25 anos, foi morto quando saía do trabalho
Renan da Silva Melo, 25 anos, foi morto quando saía do trabalho (Reprodução/TV Jornal Interior)

O suspeito de participar do homicídio de um garçom em Caruaru, no Agreste pernambucano, em outubro de 2018, foi preso na última quarta-feira (12). A equipe da Polícia Militar (PM) encontrou o suspeito em uma unidade de saúde no bairro de Caixa d'Água acompanhando a esposa grávida para cumprir um mandado de prisão preventiva por roubo.

Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, onde foi descoberto que ele era procurado por um homicídio no Agreste, cometido juntamente com outros suspeitos que ainda não foram localizados. "Nós falamos sobre o caso e ele confessou de forma fria o homicídio em Caruaru. Ele rouba, nos disse que já traficou por um tempo. Ao todo ele tem cinco passagens pela polícia. Com essa prisão, fecha-se o caso do homicídio de Caruaru", explicou a delegada Beatriz Gibson.

Relembre o caso

O garçom e dançarino Renan da Silva Melo, 25 anos, havia saído do trabalho quando decidiu encontrar amigos na rua da Má Fama. No local, uma confusão foi registrada entre um grupo de adolescentes e os autores do crime, que já teriam brigado antes de ir para a Rua da Má Fama, por motivos não informados. Houve um tiroteio e quatro adolescentes foram baleados.

Assustado com os disparos, Renan - que não fazia parte do grupo - teria corrido e também virou alvo dos criminosos. "[O homicídio] ocorreu por mero desejo de fazer o mal; não há algo por trás disto. Um acerto de contas, uma queima de arquivo... Absolutamente nada. O rapaz era um trabalhador", afirmou o delegado Sérgio Moura.

Notícias policiais da TV Jornal Interior

Quer ficar acompanhando as notícias policiais da TV Jornal? Você pode ter acesso rápido a todas elas no nosso grupo, no Facebook. Acesse aqui o grupo Notícias Policiais TV Jornal Interior.