menu

Funase e unidades prisionais recebem recomendações contra coronavírus

Algumas medidas foram tomadas para prevenir o contágio do vírus

Casa Recife, nova unidade da funase
Casa Recife, nova unidade da funase (Divulgação/Funase)

Unidades da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) e unidades prisionais estão recebendo recomendações e novos procedimentos para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Na Funase, a partir desta quarta-feira (18), primeiro dia de visitas desta semana na maioria das 23 unidades do Estado, o público que for ao local será orientado a não entrar nas instalações se apresentar sintomas de gripe ou resfriado ou se fizer parte do grupo de risco.

As recomendações serão feitas por servidores situados nos acessos. Cartazes e folhetos informativos também estão sendo distribuídos entre visitantes e funcionários.

Também serão reforçadas ações educativas sobre hábitos de higiene. Jovens em semiliberdade, que têm direito de voltar para casa nos finais de semana receberão uma orientação especial. Foi autorizado que o contato telefônico com familiares ocorra com mais frequência.

Visitas intermunicipais devem ser evitadas por 15 dias. Também estão sendo adotadas medidas para assegurar o abastecimento e elevar a oferta de insumos de limpeza. A portaria reforça a importância de avaliação imediata de socioeducandos que apresentarem os sintomas da doença.

No sistema prisional do estado também serão adotadas medidas de prevenção contra o vírus. Entre as providências está a redução no número de visitantes e do tempo de permanência dos familiares dentro dos estabelecimentos prisionais. A partir deste sábado (21), os privados de liberdade só poderão receber a visita de um familiar por semana, pelo período máximo de até quatro horas. O acesso de crianças, idosos, gestantes e pessoas com sintomas de gripe também estão temporariamente vetadas.

As medidas deverão ser acolhidas e padronizadas pelos servidores imediatamente. Atividades religiosas com participação de voluntários estão suspensas. Consultas odontológicas também estão suspensas, exceto em casos emergenciais.