Medidas

Coronavírus: funcionamento da Ceaca em Caruaru será alterado

Central de Abastecimento terá novas regras por causa da pandemia

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 24/03/2020 às 10:50
NOTÍCIA
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
FOTO: Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Leitura:

O funcionamento da Central de Abastecimento de Caruaru (CEACA), no Agreste pernambucano, terá novas regras para o combate do novo coronavírus. A Prefeitura de Caruaru divulgou novas medidas de proteção na noite dessa segunda-feira (23). As alterações na CEACA devem ser adotadas a partir desta quinta-feira (26).

O horário de funcionamento será reduzido e a CEACA passará a atender das 0h às 15h. O objetivo é diminuir a quantidade de pessoas circulando no local. Todos os trabalhadores da administração vão trabalhar de forma remota, exceto os serviços essenciais ao funcionamento da central.

Também foi determinado que está proibido o consumo local em bares, restaurantes, quiosques, lanchonetes, barracas de comida e bebida. Os estabelecimentos devem funcionar exclusivamente para a venda e entrega por delivery. Também serão proibidas a circulação e comercialização de vendedores de lanches e ambulantes.

A Ceaca ainda deve reforçar a necessidade de liberar funcionários com mais de 60 anos ou que se enquadram no grupo de risco. Segundo o diretor presidente da central, Bruno França, as medidas recomendadas pelos órgãos oficiais de saúde serão adotados no centro. “Reforçamos que o público só deve visitar a central de distribuição em caso de real necessidade. É fundamental que a população obedeça as determinações para que o vírus não circule pela cidade”, diz.

Coronavírus em PE

Caruaru tem um caso confirmado do novo coronavírus. Em Pernambuco, o número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) subiu para 42, de acordo com balanço divulgado na tarde desta segunda-feira (23). Foram cinco casos a mais com relação ao domingo (22). Os casos confirmados estão no Recife (30), Jaboatão dos Guararapes (3), Olinda (2), Caruaru (1), Belo Jardim (1) e Petrolina (1). Os outros casos são: um de outro estado e três de outro país (dois do navio que está atracado no Porto do Recife).

Veja o vírus pelo mundo

Mais Lidas