Pandemia

Sindicato dos Médicos de PE repudia discriminação contra profissionais de saúde em condomínios

Simepe diz que é inadmissível que algumas pessoas discriminem profissionais da saúde e seus familiares

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 20/04/2020 às 13:05
NOTÍCIA
Pixabay
FOTO: Pixabay
Leitura:

O Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) publicou nesse domingo (19) uma nota de repudiando atitudes discriminatórias contra médicos que estão lutando contra o novo coronavírus (Covid-19). Na nota, o Simepe diz que é inadmissível que algumas pessoas discriminem profissionais da saúde e seus familiares em espaços abertos e condomínios.

A nota foi publicada no dia em que viralizou o relato de uma médica falando sobre o preconceito que sofreu no prédio em que mora, no Recife. Segundo a profissional, ela havia recebido uma proposta para separar um elevador apenas para os profissionais da saúde. "No Brasil, o preconceito das pessoas em manter qualquer tipo de contato com quem trabalha na área de saúde está passando dos limites, já considero uma agressão ao ser humano. Estou vivenciando isso todos os dias no trabalho e só vem piorando", diz ela.

A médica informou que o caso foi resolvido e que o relato era apenas para o condomínio, mas acabou viralizando: "Nem queria criar essa comoção toda, mas acho que valeu o alerta pra toda a população".

O Sindicato dos Médicos pediu para que os profissionais da saúde denunciem atitudes discriminatória. Segundo o Simepe, os casos são para analisados pelo corpo jurídico da Defensoria Médica, a qual deve tomar providências necessárias.

Leia a nota na íntegra:

"O Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) vem a público repudiar atitudes discriminatórias contra os profissionais médicos, que bravamente estão lutando na linha de frente contra a COVID-19. As pessoas que praticam esse tipo de descriminação e preconceito só demonstram uma total falta de conhecimento sobre a pandemia. É inadmissível aceitar que parte da sociedade assuma tais posturas, discriminando médicos e seus familiares em condomínios, espaços abertos de convívio coletivo, entre outras situações.

Essas atitudes demonstram um total desrespeito aos profissionais de saúde, que estão se expondo diariamente em Hospitais, Upas, PSFs, Policlínicas e Maternidades, SVO e IML. Aplausos em janelas e demonstração de respeito em redes sociais são muito importantes, motivam, e devem ser estendidos ao dia a dia, apoiando - de fato - quem tanto está lutando pela vida de todos. É importante que todas as pessoas que nos aplaudem possam se solidarizar com nossa indignação e coibir em seus ambientes residenciais e de convívio social toda e qualquer atitude discriminatória.

Por fim, o Simepe, ciente de seu papel de defesa da categoria, solicita a todas as médicas e médicos que denunciem qualquer atitude discriminatória. Todos os casos serão encaminhados para análise do corpo jurídico da Defensoria Médica, que adotará as providências cabíveis diante de cada fato. Enfatizamos que é necessário o apoio e o reconhecimento para os médicos, por tudo que têm feito em prol de toda sociedade, profissionais estes, que estão lutando incansavelmente - muitas vezes sem a devida proteção e reconhecimento".

Coronavírus em PE

Mais Lidas