Segurança

PE registra cerca de 30 chamados diários para conter tumultos em filas de banco

Grandes filas se foram para atendimento e saque do auxílio emergencial

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 05/05/2020 às 13:08
NOTÍCIA
Marcela Maranhão/ TV Jornal
FOTO: Marcela Maranhão/ TV Jornal
Leitura:

A Secretaria de Defesa Social (SDS) registra aproximadamente 30 chamados diários para conter agressões, tumultos, desordens ou ameaças nas filas de banco. As filas para o atendimento nas agências da Caixa Econômica Federal estão grandes em todo o estado e muitas vezes ocorre situações de tumulto.

O Governo de Pernambuco, nessa segunda-feira (4), passou a aumentar a presença de policiais nas proximidades das principais agências da Caixa. No último fim de semana, o Tribunal Federal da 5ª Região determinou o apoio do poder público para organizar as filas da Caixa Econômica.

Ações como bloqueio de ruas e aumento de policiamento e guardas municipais nas localidades estão sendo realizadas. A SDS reconhece que a organização das filas e o fluxo de clientes nas agências é de responsabilidade dos funcionários da Caixa, mas o órgão passou a reforçar o presença da polícia nas agências bancárias. Os gerentes dos bancos estão em contato com os comandantes dos batalhões para acioná-los se for preciso.

Ruas interditadas em várias cidades

Em Caruaru, para tentar minimizar a aglomeração de pessoas, a prefeitura decidiu interditar a Avenida Coronel Limeira, que faz esquina com a Rua Capitão João Velho, onde fica a agência. Um "X" foi colocado no chão para sinalizar a distância que as pessoas deveriam ficar umas das outras para evitar a contaminação pela covid-19.

Em Petrolina, a Rua João Clementino, no Centro, foi interditada da esquina da Praça Maria Auxiliadora até o semáforo com a Avenida Souza Filho. A rua foi sinalizada indicando a posição adequada de distanciamento. A Rua Coronel Amorim foi transformada em sentido duplo.

Em Limoeiro, a prefeitura fez a interdição da Avenida Santo Antônio e Travessas da “Câmara de Vereadores” e do “Banco Santander” para todos os veículos.Com isso, as vias ficarão livres para que as filas sejam espalhadas ao longo da avenida.  Segundo a prefeitura, serão montadas barreiras na entrada da Avenida Santo Antônio, também conhecida como "corredor bancário".

No local, além da agência da CAIXA, estão duas casas lotéricas, o SICOB e as agências do Santander, Banco do Brasil e Bradesco. A Guarda Municipal fará a fiscalização com o apoio da Polícia Militar (PM). Durante a interdição, a Rua Francisco Atelano ficará livre nos dois sentidos.

Mais Lidas