Medida Provisória

Anitta debate direitos autorais com deputado Felipe Carreras em live

Medida provisória proposta pelo político teria provocado revolta entre os músicos

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 06/05/2020 às 12:25
NOTÍCIA
Reprodução/Instagram
FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

A cantora Anitta e o deputado pernambucano Felipe Carreras (PSB-PE) debateram sobre direitos autorais em uma live na noite dessa terça-feira (5). Uma medida provisória proposta pelo deputado, a qual que tem o objetivo de mudar a arrecadação de direitos autoriais, provocou revolta entre os músicos.

Na live, Anitta falou para seus seguidores sobre a ementa e disse que não teria necessidade de discutir o assunto de maneira emergencial durante esse período de pandemia do coronavírus. A cantora pediu que o deputado evitasse o "palavreado complexo da política" e fez várias perguntas sobre a medida provisória.

O deputado disse que o assunto foi à tona apenas agora porque teria chegado ao limite final de votação da Medida Provisória e disse que sua proposição buscava a transparência no Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad). O texto de Carreras dizia que o intérprete seria o único responsável pelo pagamento aos compositores em um evento.

“Mas retirar o direito do artista está ajudando ele?”, Anitta perguntou. Felipe Carreras respondeu que poderia ter cometido um erro ao escrever a emenda. “Eu posso fazer uma autocrítica e reconhecer que a emenda pode dar uma leitura dúbia”, ele falou. A cantora perguntou se ele poderia retirar a emenda, mas o deputado disse que não era possível fazer aquilo porque ele "não seria o relator do processo"

Carreras se referiu aos artistas dizendo que 'estava do lado deles'. Mas Anitta discordou: “Eu não acho que você está do nosso lado porque está usando essa MP em um momento inoportuno”, disse ela.

O ECAD, em nota enviada ao JC, também fez críticas à medida proposta por Felipe Carreras: “A indústria da música e o setor de shows e eventos foram duramente atingidos pela pandemia. Portanto, alterar a lei de direitos autorais por meio de uma MP no contexto de uma crise sanitária sem precedentes, que tem provocado sofrimento e mortes a milhares de brasileiros, é de um oportunismo sem limites”.

Veja a live completa:

Mais Lidas