Investigações

Moradora de prédio de onde criança caiu no Recife responderá por homicídio culposo

Menino de 5 anos de idade morreu após cair do 9º andar

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 04/06/2020 às 9:09
NOTÍCIA
DAY SANTOS / TV JORNAL
FOTO: DAY SANTOS / TV JORNAL
Leitura:

A dona do apartamento onde estava o menino Miguel Otávio Santana da Silva, que morreu após cair do 9º andar do Condomínio Píer Maurício de Nassau, no Recife, responderá por homicídio culposo (quando não há intenção). A mulher, que era patroa da mãe do menino, foi autuada em flagrante nessa quarta-feira (3).

Segundo informações da Polícia, ela pagou fiança e foi liberada para aguardar a conclusão do inquérito em liberdade. De acordo com as primeiras investigações, a mulher teria permitido que o menino subisse sozinho no elevador antes de cair do 9º andar.

O caso

Nessa terça-feira (2), um menino de cinco anos de idade morreu após cair de uma altura de aproximadamente 35 metros em um prédio no bairro de São José, na área central do Recife. Segundo a polícia, a criança foi levada para o Hospital da Restauração (HR), mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O garoto estava no apartamento com a patroa da mãe dele e uma manicure. A mãe dele foi descer para passear com o cachorro da patroa. A criança quis ir junto com a mãe, mas foi contido pela dona do apartamento. O menino tentou escapar novamente e a moradora o deixou ir para o elevador sozinho.

Segundo o perito André Amaral, a criança saiu do 5º andar e subiu de elevador até o 9º andar. Em seguida, ela foi para a área onde ficam os condensadores de ar, subiu em um deles e acabou caindo.

O delegado que está à frente do caso, Ramón Teixeira, titular da Delegacia Seccional de Santo Amaro, falou sobre alguns detalhes das investigações durante uma videocoletiva de imprensa. Veja o vídeo:

Mais Lidas