Irregularidade

Homem é preso suspeito de vender água desviada de ligação clandestina em Caruaru

Segundo a Compesa, suspeito distribuía água de modo irregular para famílias e cobrava uma taxa

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 11/06/2020 às 9:25
NOTÍCIA
Divulgação/Compesa
FOTO: Divulgação/Compesa
Leitura:

Uma ação da Compesa, juntamente com a Polícia Civil e a Polícia Militar, identificou uma ligação clandestina no loteamento Serranópolis, em Caruaru, no Agreste pernambucano, na última segunda-feira (8). Um homem foi preso suspeito de cometer a irregularidade.

Segundo informações da Compesa, ele distribuía água de maneira irregular para famílias que moravam no local e cobrava uma taxa. “Estamos fazendo o levantamento de quanto o acusado lucrava, por mês, com a venda ilegal da água e há quanto tempo ele estava cometendo esse crime”, disse o gerente da Unidade de Negócios da Compesa Agreste Central, João Raphael Queiroz.

De acordo com o gerente, a ligação clandestina prejudica os moradores que moram em bairros próximos e que estavam recebendo diversas queixas de falta de água: “Temos recebido, ultimamente, reclamações de falta de água no bairro São José e parte das Rendeiras, e começamos a suspeitar que ligações clandestinas estariam prejudicando moradores dessas áreas. Investigamos e chegamos ao flagrante”.

Denúncias

Segundo a Compesa, as denúncias podem ser feitas anonimamente através do site ou pelo telefone 0800 081 0195.

Mais Lidas