menu

SES-PE afirma que pagamento será realizado e hemodiálise no HRA não será prejudicada

Clínica SOS Rim havia informado que procedimentos estariam suspensos

Hospital Regional do Agreste HRA
SES-PE afirma que pagamento será realizado e hemodiálise no HRA não será prejudicada (Reprodução/SES)

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou nesta segunda-feira (22) que regularizará a situação com a SOS Rim, Clínica Nefrológica de Caruaru, no Agreste pernambucano. Na última sexta-feira (19), a clínica havia informado que todos os procedimentos de hemodiálise realizados no Hospital Regional do Agreste (HRA) estariam suspensos a partir de 25 de junho.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde disse que houve um atraso no processamento dos dados da empresa e medidas estão sendo tomadas para regularizar a situação. "A SES-PE reitera ainda o comprometimento com os pacientes em tratamento e reconhece a clínica nefrológica como parceira do Sistema Único de Saúde (SUS) no atendimento aos usuários. com isso, o pagamento deverá ser realizado nos próximos dias sem prejuízo aos pacientes", completou. Com isso, a hemodiálise no HRA não será prejudicada.

A Clínica SOS Rim Caruaru informou, também através de nota, que o tratamento de hemodiálise precisa de algumas questões pontuais para que seja realizado, como a presença de dois médicos nefrologistas plantonistas. Leia a nota: "A clínica SOS Rim Caruaru informa, como direito de resposta, que todas as suas atividades são regradas no mais alto grau de responsabilidade. que para que ocorra um tratamento de hemodiálise várias questões pontuais são consideradas prioritariamente. Entre elas a presença de dois médicos nefrologista plantonistas de segunda a sábado na unidade, respeitando os horários de 06h as 20:30 hrs.

Bem como todos os alimentos fornecidos na clínica recebem como regra uma inspeção técnica realizada por nutricionista, considerando a quantidade calórica necessária dos lanches direcionados aos pacientes em tratamento. E , que corriqueiramente durante o procedimento de hemodiálise todos os pacientes sem exceção passam por atendimento individualizado ambulatorial, durante as 4 horas que passam na unidade de saúde realizando o tratamento de hemodiálise. Reforçamos ainda que a clínica sos rim sempre direcionou suas atividades ao mais alto grau de responsabilidade, haja visto, lidar cotidianamente com a manutenção de vidas. Afinal, realizar um trabalho humanizado é mais que essencial, é digno".

Relembre o caso

Segundo a diretora administrativa do SOS Rim, há seis meses o governo estadual não fazia o repasse da verba que deveria ser feita mensalmente e isso comprometeu o funcionamento no HRA. Sem esse repasse mensal, a unidade não poderia dar continuidade ao trabalho.