menu

Calendário da terceira parcela do auxílio emergencial sai nesta quinta

Milhões de beneficiários já estão há um mês sem receber

Operação deve ser feita através do aplicativo Caixa Tem
Operação deve ser feita através do aplicativo Caixa Tem (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O calendário da terceira parcela do auxílio emergencial do Governo Federal será divulgado nesta quinta-feira (25). A informação é do portal UOL.

O cronograma será anunciado durante coletiva de imprensa prevista para 17h no Palácio do Planalto. O Ministério da Cidadania é responsável pela divulgação do calendário. Os pagamentos são feitos pela Caixa Econômica Federal.

Calendário da terceira parcela do auxílio emergencial é divulgado; veja

Saiba quando você poderá sacar a próxima parcela do auxílio emergencial

Os números atualizados do auxílio emergencial também devem ser apresentados na ocasião.

Os beneficiários do programa estão ansiosos para a liberação do calendário, já que muitos deles receberam a segunda parcela há um mês. O calendário deve seguir o formato adotado para o pagamento da segunda parcela, ou seja, de acordo com o mês de aniversário do beneficiário, para evitar a formação de filas nas agências da Caixa.

Inscritos no Bolsa Família estão recebendo

Os beneficiários inscritos no Bolsa Família já estão recebendo a terceira parcela. Para eles, o calendário da 3ª parcela do auxílio emergencial começou no dia 17 de junho e segue o final do Número de Identificação Social (NIS). Nesta quinta-feira (25), estão recebendo os beneficiários com NIS finalizado em 7.

Confira:

NIS finalizado em 1: 17 de junho
NIS finalizado em 2: 18 de junho
NIS finalizado em 3: 19 de junho
NIS finalizado em 4: 22 de junho
NIS finalizado em 5: 23 de junho
NIS finalizado em 6: 24 de junho
NIS finalizado em 7: 25 de junho
NIS finalizado em 8: 26 de junho
NIS finalizado em 9: 29 de junho
NIS finalizado em 0: 30 de junho

Beneficiários poderão ter parcela do auxílio emergencial cortada; entenda

Números da Caixa

De acordo com os números da Caixa, mais de 64,1 milhões de beneficiários já receberam em torno de R$ 90,8 bilhões (1ª, 2ª e 3ª parcelas). No total, foram realizados 127,3 milhões de pagamentos. Cerca de 106,3 milhões de cadastros foram processados, dos quais foram considerados elegíveis 19,2 milhões do Bolsa Família; 10,5 milhões do Cadastro Único e 34,4 milhões do aplicativo/site.