menu

"Homem Pateta" aborda crianças nas redes sociais e polícia faz alerta

Criminoso propõe desafios que podem levar criança à morte

Os criminosos usam fotos que remetem ao personagem Pateta, da Disney
Os criminosos usam fotos que remetem ao personagem Pateta, da Disney (Reprodução/TV Jornal)

A Polícia Federal faz um alerta para pais e responsáveis de crianças e adolescentes para um novo perigo nas redes sociais. Trata-se do "Homem Pateta", uma pessoa que se identifica como Jonathan Galindo e usa uma foto do personagem da Disney para atrair os pequenos.

De acordo com o chefe de comunicação da Polícia Federal, Giovani Santoro, os criminosos fazem ameaças dizendo que conhecem os pais e irmãos da criança, e em seguida propõem desafios. Caso o menor de idade não os cumpra, os suspeitos dizem que irão atentar contra a vida dos parentes.

Os desafios incluem mutilação e até o suicídio das crianças. O perfil teria sido criado no México, mas já faz vítimas também no Brasil.

Segundo o chefe de comunicação da PF, o desafio é semelhante aos já conhecidos Baleia Azul, o da Boneca Momo, o desafio da rasteira, entre outros.

"Os pais têm que estar sempre atentos, porque só muda o nome, mas a forma continua sendo a mesma, de abordar a criança para poder cumprir esses desafios perigosos que podem levar a criança à morte", orientou.

Prevenção

De acordo com Santoro, é importante que os pais estabeleçam um diálogo com os filhos para alertar sobre os perigos da internet. Também é necessário acompanhar com quem as crianças estão se relacionando e não permitir grandes exposições. Desta forma, os riscos serão minimizados.

Caso algum pai ou responsável perceba que o filho está sendo vítima do criminoso, ele deve reunir o máximo de provas possíveis e procurar a delegacia mais próxima.

Polícia alerta aos pais sobre 'Homem Pateta' nas redes sociais

  • 26/06/2020 13:01
A Polícia Federal alerta aos pais de crianças e adolescentes sobre criminosos que estão usando a imagem de um personagem de desenho animado nas redes sociais com o nome de Jonathan Galindo, conhecido como “Homem Pateta”, para atrair os menores e propor desafios, que incluem mutilação e até o suicídio. 3 minutos e 1 segundo