Mudança

Eleição indireta para prefeito de Agrestina é remarcada

Partidos pediram mais tempo para registro de candidaturas

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 04/07/2020 às 8:43
NOTÍCIA
Divulgação
FOTO: Divulgação
Leitura:

A eleição indireta para preencher os cargos de prefeito e vice-prefeito de Agrestina, no Agreste de Pernambuco, foi remarcada para o dia 10 de julho, às 10h, no plenário da Câmara Municipal. O pleito estava marcado para a próxima segunda-feira (6).

De acordo com a Mesa Diretora da Câmara, houve impugnações por parte do Partido Social Cristão (PSC) e do Partido dos Trabalhadores (PT) questionando a falta de ampla publicidade quanto ao prazo de registro de candidaturas.

O fundamento foi acolhido em parecer técnico da Comissão Eleitoral, que decidiu ampliar o prazo. Agora, as novas inscrições poderão ser realizadas até 7 de julho.

Prefeito e vice cassados

O presidente da Câmara de Agrestina, Adilson Tavares, atua como prefeito interino do município, após o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassar os mandatos do agora ex-prefeito Thiago Nunes e do ex-vice-prefeito, Zito da Barra. O vice-presidente da Câmara, vereador Marcos Antônio de Oliveira, está como presidente interino da Casa.

O TRE acolheu o recurso do Ministério Público Eleitoral e reconheceu a prática de abuso de poder político de Thiago Nunes e Zito da Barra. Em 2016, ano das últimas eleições municipais, eles realizaram contratações, o que é considerado ilegal. Com a decisão do desembargador Carlos Moraes, os diplomas de ambos foram cassados no último dia 10 de junho e a chapa está inelegível até 2024.

Mais Lidas