Movimentação

Quarentena rígida acaba, mas fiscalização continua na Feira da Sulanca, em Caruaru

Em Santa Cruz do Capibaribe, movimentação é intensa nesta segunda-feira

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 06/07/2020 às 10:50
NOTÍCIA
Renata Araujo/TV Jornal Interior
FOTO: Renata Araujo/TV Jornal Interior
Leitura:

Algumas atividades que precisaram recuar no processo de reabertura por causa da quarentena rígida em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, voltaram a funcionar nesta segunda-feira (6). O endurecimento das medidas restritivas da circulação de pessoas durou 10 dias e encerrou domingo (5).

Com isto, tanto Caruaru como Bezerros voltam à segunda etapa do Plano de Convivência com a Covid-19, que permite a reabertura do comércio atacadista, das lojas de tecidos e aviamentos, óticas, entre outras atividades.

Na manhã desta segunda, tradicionalmente dia de Feira da Sulanca em Caruaru, há movimentação de pessoas no Parque 18 de Maio, mas em menor quantidade do que em semanas anteriores.

Equipes da Polícia Militar realizam a fiscalização do comércio irregular, mas mesmo assim, há vendedores comercializando em carros e calçadas. A feira ainda não foi autorizada a funcionar.

Polícia Militar fiscaliza comércio irregular no Parque 18 de Maio
Polícia Militar fiscaliza comércio irregular no Parque 18 de Maio
Renata Araujo/TV Jornal Interior

Santa Cruz

Em Santa Cruz do Capibaribe, também parte do Polo de Confecções do Agreste, há grandes filas de carro para acessar a cidade nesta segunda. Apesar de não ter tido quarentena rígida no município, a feira também não foi autorizada a funcionar.

O Moda Center Santa Cruz adotou um sistema de drive-thru, para que os comerciantes pudessem entregar mercadorias já vendidas anteriormente, mas alguns feirantes se aproveitam para comercializar no entorno do centro de compras. Não há fiscalização na área.

Em Toritama, a feira é tradicionalmente no domingo (5). Nesta segunda, não há movimentação de vendedores e compradores na cidade.

*Com informações dos repórteres Renata Araujo e Luiz Carlos Fernandes, da TV Jornal Interior

Mais Lidas