Economia

Trabalhador intermitente deve receber do governo mais uma parcela de R$ 600

Medida faz parte do decreto que aumentará prazos de acordos de suspensão de contrato de trabalho

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 08/07/2020 às 8:50
NOTÍCIA
Agência Brasil
FOTO: Agência Brasil
Leitura:

Os trabalhadores intermitentes receberão mais uma parcela de R$ 600 do governo. Essa medida faz parte do decreto sancionado por Jair Bolsonaro, que aumentará prazos máximos de acordos de suspensão de contrato de trabalho e redução salarial.

O trabalhador intermitente é aquele que pode ser contratado sem horário fixo e que ganha pelas horas que trabalhou. Essa modalidade de trabalho foi criada na reforma trabalhista de 2017.

> Quem recebe R$ 1.200 vai receber quanto na quarta parcela do auxílio emergencial?

> Saiba quando será o saque dos lotes 1, 2 e 4 do auxílio emergencial

O decreto sancionado aumentará o prazo dos acordos de suspensão do contrato por mais 60 dias e a redução do salário por mais 30 dias, de forma que a soma chegue no máximo a 120 dias. A Medida Provisória permite que as empresas negociem com os trabalhadores os acordos de suspensão de contrato e redução salarial por 90 dias.

*Com informações do Jornal Extra

Caixa libera saque de parcela do auxílio emergencial para novos aprovados nesta quarta

Estão sendo liberados nesta quarta-feira (8), os saques e transferências da primeira parcela do auxílio emergencial para os beneficiários que foram aprovados no terceiro lote nascidos no mês de março.

O crédito foi realizado na poupança social digital dos beneficiários nos dias 16 e 17 de junho. Antes, só era possível movimentar o dinheiro através do aplicativo 'Caixa Tem'. Os saques vão até 18 de julho.

Quarta parcela do auxílio emergencial para o Bolsa Família começa a ser paga em julho

O calendário de pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial começa no dia 20 de julho para os beneficiários do Bolsa Família. O pagamento para este grupo segue o calendário já existente do programa.

Desta forma, os beneficiários com o final do Número de Identificação Social (NIS) 1 recebem no dia 20 de julho. Os com o NIS final 2, no dia 21 de julho, e assim por diante, até o dia 31 de julho, quando recebem os beneficiários com final do NIS 0, pulando apenas o fim de semana.

Mais Lidas