Economia

Mais 1,5 milhão de auxílios emergenciais serão liberados

Pedidos do benefício tiveram processamento concluído

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 10/07/2020 às 12:10
NOTÍCIA
Marcello Casal Jr./ABr
FOTO: Marcello Casal Jr./ABr
Leitura:

O processamento dos pedidos de auxílio emergencial feito por aproximadamente dois milhões de pessoas entre 17 de junho a 2 de julho foram concluídos. Esses pedidos estão em homologação e se espera que a confirmação seja dada para 1,5 milhões de pessoas que solicitaram o benefício.

O presidente da Dataprev, Gustavo Canuto, disse ao "Correio Braziliense" que cerca de 1,5 milhão dos pedidos devem ter uma resposta até esta sexta-feira (10). Quem tiver uma resposta negativa poderá contestar e solicitar uma nova análise.
A Dataprev disse que os resultados serão enviados para a Caixa após a análise das solicitações.

> Caixa explica problemas envolvendo o Caixa Tem; confira

> Saiba quem pode ter pagamento da 4ª parcela do auxílio emergencial suspenso

> Veja calendário para saque em dinheiro do auxílio emergencial

Saiba como fazer contestação do resultado negativo para o auxílio

1- Acesse o site auxilio.caixa.gov.br
2- Clique em 'Acompanhe sua solicitação'
3- Informe os números do seu CPF
4- Clique na opção Não sou um robô e, em seguida, clique em Continuar
5- Informe o código que foi enviado pelo SMS para seu celular
6- Aparecerá "Auxílio emergencial não aprovado"

Você verá dois links, um deles você poderá fazer uma nova solicitação, se tiver colocado algum dado errado, e no outro você pode contestar essa informação, se tiver colocado todos os dados corretos e não concorda com a reprovação.

Saiba se você tem direito a sacar auxílio emergencial nesta sexta

Será liberado nesta sexta-feira (10) mais um saque dos auxílios emergenciais. Os beneficiários nascidos em maio que foram aprovados no terceiro lote poderão sacar ou fazer transferências da primeira parcela. O crédito foi realizado na poupança social digital dos beneficiários nos dias 16 e 17 de junho.

Mais Lidas