menu

UNIVISA comemora novo ciclo com abertura do curso de Direito

Centro Universitário da Vitória de Santo Antão completa 48 anos nesta segunda-feira

UNIVISA oferece cursos na área de saúde
UNIVISA oferece cursos na área de saúde (Divulgação/UNIVISA)

Nesta segunda-feira (3), o Centro Universitário da Vitória de Santo Antão (UNIVISA) completa 48 anos. Com aula inaugural em 3 de agosto de 1972, a instituição de ensino tinha como objetivo formar professores da região, que anteriormente só tinha professores formados no ensino médio. A UNIVISA, antiga FAINTIVSA, foi a primeira faculdade da Vitória de Santo Antão, e sua história educacional se confunde com a da cidade.

O genitor do atual reitor da UNIVISA, Dr. Ubirajara Joaquim Carneiro da Cunha, foi o principal fundador e presidente desta instituição pelo período de 25 anos. "Nós somos a instituição que foi pioneira, e também a que mais formou professores no interior do estado de Pernambuco", destacou o sucessor e atual gestor da UNIVISA, professor Ubirajara Júnior. A UNIVISA, através do seu trabalho, contribuiu significativamente para o progresso e desenvolvimento de toda a região.

Hoje, a UNIVISA segue formando professores e profissionais em todas as áreas do conhecimento com 19 cursos validados pelo Ministério da Educação (MEC). Há graduação de enfermagem, biomedicina, arquitetura e urbanismo, pedagogia, letras, engenharia civil, além de mais 30 cursos de pós-graduação e o Colégio de Aplicação da UNIVISA.

Esse ano, a UNIVISA recebeu autorização para abertura do curso de Direito, que teve sua publicação no Diário Oficial da União, através da portaria N.º 223, de 08 de julho de 2020. Para o reitor, trata-se do "coroamento" da história do centro universitário. Professor há mais de 20 anos, Ubirajara da Cunha Júnior seguiu os passos do pai, transformando a sociedade através da educação. "É um sentimento de prazer, apesar de todas as dificuldades. Nós contribuímos de maneira verdadeira para a melhoria educacional do interior de Pernambuco. Demos o nosso melhor para que as pessoas realizassem projetos e sonhos".

Mesmo com as dificuldades causadas pelo atual cenário de pandemia, a UNIVISA vem se adequando para continuar com seu trabalho em benefício da sociedade. Enquanto as aulas presenciais não ocorrem, o centro universitário promove aulas remotas, estágios obrigatórios e as práticas laboratoriais. "Apesar de tudo, temos que administrar a crise, pois sabemos que para momentos como esse a saída é pela educação", destacou.