Economia

Produtos da Feira de Caruaru serão comercializados em shopping virtual

Feirantes poderão se cadastrar no site

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 03/08/2020 às 16:12
NOTÍCIA
Reprodução/YouTube
FOTO: Reprodução/YouTube
Leitura:

Com o objetivo de encontrar alternativas para minimizar os impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Caruaru, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, lançou nesta segunda-feira (3) o portal Na Feira de Caruaru.

Através do site, os feirantes da cidade poderão comercializar produtos, por meio de parcerias com grandes operadores de e-commerce do Brasil. O primeiro parceiro do projeto é o Magazine Luiza. A empresa está presente em 17 estados e tem 12 centros de distribuição, além de 900 lojas físicas. A Magalu conta com 1.500 parceiros online e cerca de 22 mil funcionários.

O marketplace é como um shopping virtual, no qual os produtos serão expostos para comercialização. Podem participar feirantes das áreas de confecções (feminina, masculina, jeans); calçados; acessórios; artesanato (barro, renda, couro, tecido). O cadastro deve ser realizado no site nafeiradecaruaru.com.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Caruaru, André Teixeira, ressaltou que a pandemia da covid-19 fez com que as pessoas se voltassem ainda mais para o mundo digital: "Ele é bom para o feirante e bom para a Feira de Caruaru".

Entre as condições especiais da parceria com a Magalu estão taxa reduzida de 3,99% para cadastros até 31 de dezembro deste ano e isenção de taxa de adesão ou mensalidade para lojistas da Feira de Caruaru. "Você só paga essa taxa se vender", destaca o secretário.

De acordo com a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, o portal de vendas pela internet contribuirá para movimentar o polo têxtil, que é o pulmão da economia da cidade. "Essas alternativas ficam como legado, porque passada a pandemia, o acesso dos feirantes de Caruaru ao mercado online não tem retrocesso. O Delivery Sulanca permanece e o Na Feira de Caruaru permanece", disse a prefeita.

Capacitações

Os feirantes que se cadastrarem passarão por capacitações, por meio de parceria com o Sebrae e a prefeitura, para potencializar os negócios com o incremento das vendas online, vendendo para todo o Brasil. Mesmo as pessoas que não quiserem comercializar no site poderão fazer os cursos.

Mais Lidas