Recursos

Orçado em R$ 2 bilhões, Censo 2020 poderá ser adiado novamente

Recursos deverão ser remanejados para outras áreas do governo

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 19/08/2020 às 12:16
NOTÍCIA
Reprodução/Rádio Jornal
FOTO: Reprodução/Rádio Jornal
Leitura:

O Governo Federal está estudando adiar para 2022 o Censo Demográfico 2020, que já foi postergado para 2021 por causa da pandemia da covid-19. A pesquisa que analisa a população brasileira é orçada em R$ 2 bilhões.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, o governo pretende remanejar os recursos para outras áreas, como o Ministério da Defesa.

> IBGE devolve R$ 2,82 milhões em taxas de inscrição para candidatos de concurso

A ideia do cancelamento do Censo 2020, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), está sendo discutida dentro da proposta de orçamento de 2021, que será encaminhada para o Congresso no fim de agosto.

A proposta de orçamento da Defesa está em cerca de R$ 111 bilhões, R$ 8,1 bilhões a mais do que o da Educação, que está estimado em R$ 102,9 bilhões. Ainda segundo a publicação, o pedido para a ampliação teria partido pelo próprio presidente Jair Bolsonaro.

Os valores deverão ser utilizados em programas estratégicos das Forças Armadas, fardamento da Marinha, entre outros.

Censo

O Censo é realizado a cada 10 anos para conhecer a realidade da população brasileira, através de pesquisas nas casas das pessoas. O processo ficou inviabilizado em 2020 devido ao risco de contaminação pela doença e a necessidade de isolamento social.

Mais Lidas