menu

Bolsonaro diz que prorrogação do auxílio emergencial deve ter valor entre R$ 200 e R$ 600

Segundo o presidente, benefício deve ser provisório

Presidente Jair Bolsonaro
Bolsonaro diz que prorrogação do auxílio emergencial deve ter valor entre R$ 200 e R$ 600 (Marcello Casal Jr./ABr)

O presidente Jair Bolsonaro falou novamente nesta sexta-feira (28) que o auxílio emergencial deve ser um benefício provisório. De acordo com ele, a prorrogação do auxílio deve ter parcelas abaixo de R$ 600.

"Isso não é aposentadoria, é uma ajuda emergencial. Eu sei que é pouco para quem recebe, mas ajuda, é melhor do que nada", disse o presidente.

O presidente também reclamou de apoiadores que questionam a redução do benefício e disse que está "carregando uma cruz muito pesada". Segundo ele, as parcelas devem ficar entre os R$ 200, que foram sugeridos pela equipe econômica, e R$ 600.

"Você vê, nós colocamos auxílio emergencial por três meses, tem cara que reclama que é pouco, agora, custa para todo mundo R$ 50 bilhões por mês. Prorrogamos para mais dois, R$ 250 bilhões [no total]. A gente prefere até o final do ano uma importância menor do que R$ 600. Tem cara já reclamando, é o tempo todo assim", falou Bolsonaro.

Segundo o presidente, o Brasil está "no limite" e disse que não sabe o que vai acontecer "se a economia não pegar".

Caixa faz pagamentos do auxílio para vários grupos nesta sexta

A Caixa Econômica Federal está começando nesta sexta-feira (28) o ciclo 2 dos pagamentos do auxílio emergencial. Começam a receber o dinheiro os cadastrados através do site ou aplicativo e inscritos no CadÚnico nascidos em janeiro. Os beneficiários do programa Bolsa Família com Número de Identificação Social (NIS) finalizado em 9 recebem a 5ª parcela do auxílio emergencial. Para quem não recebe o Bolsa Família, o pagamento da quinta parcela começa nesta sexta.

Os primeiros a receber serão aqueles aprovados no 1º lote, em abril. O crédito será disponibilizado no aplicativo Caixa Tem para nascidos em janeiro. Confira todos os grupos que recebem.