menu

Qual o valor do auxílio emergencial para mãe solteira?

Entenda como será o pagamento das parcelas na prorrogação do auxílio emergencial

Fila gigantesca de beneficiários do Auxílio emergencial da Caixa Econômica toma conta de toda Praça Nossa Senhora do Rosário, no centro Jaboatão.
Fila gigantesca de beneficiários do Auxílio emergencial da Caixa Econômica toma conta de toda Praça Nossa Senhora do Rosário, no centro Jaboatão (BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM)

A prorrogação do auxílio emergencial até dezembro gerou algumas dúvidas em quem está recebendo as parcelas do benefício criado para socorrer trabalhadores informais, autônomos, desempregados e outras pessoas de baixa renda durante a pandemia da covid-19. Inicialmente, o governo aprovou três parcelas, depois mais duas e agora mais quatro até o fim deste ano.

Uma das principais perguntas feitas ao buscador Google é: Qual o valor do auxílio emergencial para mãe solteira? De acordo com o Governo Federal, as mãe solteiras, chefes de família monoparental, irão continuar recebendo o auxílio emergencial de forma dobrada na nova prorrogação do benefício.

Auxílio emergencial terá mais quatro parcelas; saiba qual o valor

Uma medida provisória publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (3) estabelece o pagamento de quatro novas parcelas do benefício. O valor, entretanto, será cortado pela metade.

Enquanto o público geral recebe a parcela de R$ 300, as mães solteiras receberão R$ 600. O calendário de pagamento ainda não foi divulgado, mas os valores deverão ser creditados até 31 de dezembro.

Com a medida provisória, as normas já estão valendo e o Congresso terá 120 dias para votar. O governo também editou uma MP abrindo crédito extraordinário de R$ 67,6 bilhões para o pagamento das novas parcelas.

Governo define regras

A medida provisória (MP) que estabelece o pagamento de quatro novas parcelas do auxílio emergencial, está publicada na edição do Diário Oficial da União desta quinta-feira (3). Desta vez, além de fixar o valor em R$ 300 o governo editou novas regras que limitam o pagamento da ajuda federal.

Pelo texto, quem já é beneficiário não vai precisar solicitar as novas parcelas. Elas serão pagas desde que a pessoa esteja enquadrada nos novos critérios.

Quatro parcelas extra

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na última terça-feira (1º) a prorrogação do auxílio emergencial. Serão mais quatro parcelas de R$ 300. O anúncio foi feito pelo presidente e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

O auxílio emergencial foi instituído em abril com o objetivo de conter os efeitos da pandemia do coronavírus sobre a população mais pobre e os trabalhadores informais.

Inicialmente projetado para durar por três meses, o auxílio já teve um total de cinco parcelas aprovadas, nos valores de R$ 600 e R$ 1.200 (para chefes de família). Ao todo, são 66,4 milhões de pessoas atendidas. O valor desembolsado pelo governo até agora foi de R$ 161 bilhões, de acordo com o balanço da Caixa no final do mês de agosto de 2020.

Mulheres encontram dinheiro de auxílio emergencial na rua e devolvem para dona em Caruaru

  • 28/08/2020 08:52
Duas mulheres devolveram um dinheiro encontrado para uma mulher grávida que perdeu o auxílio emergencial na manhã dessa quinta-feira (27) em Caruaru, no Agreste pernambucano. 2 minutos e 29 segundos