menu

Adolescente de 13 anos engravida após estupro e é internada; suspeito é marido da prima da vítima

Suspeita-se que abusos já vinham ocorrendo há dois anos

Menina foi internada no Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam-UPE)
Menina foi internada no Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam-UPE) (YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM)

Uma adolescente de 13 anos engravidou após ser estuprada e foi internada no Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam-UPE). Ela passou mal após fazer uma refeição e, após exames, foi confirmado que ela estava grávida de dois meses.

Em entrevista à TV Jornal, a tia da vítima disse que a menina contou que estava sofrendo abusos pelo marido da prima. O caso ocorreu no Recife e suspeita-se que estava ocorrendo há aproximadamente dois anos.

A adolescente continua internada na unidade. Um boletim de ocorrência foi registrado pela família. Os parentes suspeitam que os estupros ocorriam quando a garota ia até a casa do marido da prima para brincar com o filho do suspeito. "Ela (a adolescente) disse que ele esperava a mulher dormir e, quando ela dormia, eles iam para o outro cômodo", conta a tia.

> Menina de 10 anos que sofreu estupro recebe alta de hospital no Recife

> Caso de aborto em criança de 10 anos no Recife gera repercussão nacional

Ainda de acordo com a tia, o marido da prima desapareceu após saber da gravidez da menina. "Mesmo que ela faça o aborto, e a cabeça da criança, como vai ser? Como ela vai voltar pro mundo agora? E a juventude dela? Com 13 anos é para ela brincar de boneca. Eu quero é justiça, quero que ele seja preso. Do jeito que fez com minha sobrinha, pode fazer com minha filha", disse.
A tia também disse que a menina tentou contar sobre os abusos em um almoço de família.

O Cisam/UPE informou, por meio de nota, que não vai comentar o caso por causa de questões jurídicas e de sigilo médico.

Caso está em investigação

A Polícia Civil de Pernambuco está investigando o crime.