Indicadores econômicos

Estado de Pernambuco tem o melhor cenário econômico do Nordeste

Pernambuco teve bons índices em diversos setores

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 23/09/2020 às 8:40
NOTÍCIA
Amanda Oliveira/GovBA
FOTO: Amanda Oliveira/GovBA
Leitura:

Pernambuco está apresentando o melhor cenário econômico da região Nordeste no acumulado do ano. O estado teve uma alta de 1,78% em julho, comparado a julho do ano passado, no Índice do Banco Central (IBC-Br). Esse índice usa o Produto Interno Bruto (PIB) e mede a atividade econômica.

Julho teve uma alta de 2,97% sendo o terceiro mês seguido de crescimento. A Pesquisa foi feita pelo Banco Central com apenas 13 estados, três deles do Nordeste (Pernambuco, Ceará e Bahia).

De acordo com a secretária executiva de Políticas de Desenvolvimento Econômico, Maíra Fischer, esses números mostram que o estado está retomando a economia de uma maneira positiva.

“Foi o terceiro número positivo que a gente teve desses indicadores, mostrando processo de retomada da economia, todas as pesquisas indicam a conjuntura positiva. Isso mostra a expectativa com as contratações, a movimentação do mercado. A expectativa é que continue melhorando, comércio contrate, setores com demandas, como a indústria de confecções, estamos com expectativa positiva”, explicou ela.

Pernambuco apresentou o melhor resultado do Brasil em julho em relação às indústrias, com aumento de 17% em comparação ao mesmo mês do ano passado. Maíra disse que o desempenho tem a ver com a manutenção do trabalho da indústria mesmo durante a pandemia do coronavírus.

“A indústria cresce três meses seguidos, números positivos. Temos um fator positivo de diversidade industrial grande. Quando olhamos para o Nordeste, indústria com grande porte é a que tem mais segmentos diferentes, e faz com que a gente consiga ser referência na distribuição para outros mercados”, disse.

A taxa média do varejo em Pernambuco cresceu 18,9% no mês de julho, em comparação a junho. O estado ocupa o segundo lugar no ranking do Nordeste e o terceiro lugar do Brasil na Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), do IBGE.

Mais Lidas