Bebida

Confira dicas de como se preparar chá

O chá tem se tornado cada vez mais comum na mesa dos brasileiros

Pedro Augusto
Pedro Augusto
Publicado em 03/10/2020 às 9:53
NOTÍCIA
Reprodução/NE10 Interior
FOTO: Reprodução/NE10 Interior
Leitura:

Considerado uma das bebidas mais consumidas no país, o chá tem se tornado cada vez mais comum na mesa dos brasileiros. Que o digam os comerciantes da tradicional Feira de Ervas do Parque 18 de Maio, no centro de Caruaru, Agreste pernambucano.

De acordo com eles, a demanda por folhas, flores e raízes para as produções dos mais variados tipos de chá têm crescido a passos largos ainda mais com o vivenciar da pandemia do novo coronavírus.

"O povo anda muito nervoso, ultimamente, desta forma, tem-se havido uma procura grande por ervas como valeriana, mulngu e passiflora, sem falar nas tradicionais camomila, erva-doce, cidreira, capim santo e etc", destacou a feirante Severina Silva.

A tradição de se consumir chá foi iniciada há bastante tempo, conforme, destacou a especialista Vera Andrade. "Essa tradição começou com um imperador chinês antes de Cristo. Ele observou que as pessoas mais saudáveis bebiam água quente e ao perceber o gosto saboroso provocado pelo cair de uma folha neste líquido passou a adotá-lo".

Modo de Preparar

Além de possuir sabores atrativos e que costumam provocar boas sensações no corpo, o chá ainda pode ser preparado de algumas formas, conforme, destacou o nutricionista Jeferson Arruda.

"A maioria das pessoas acredita que é só pegar a planta e colocar na água junto ao forno, entretanto não é bem assim. Existem várias formas diferentes de se preparar a bebida a depender do conteúdo da mesma".

Mais dicas

Confira dicas de como se preparar chá. As informações são de Helena Leigue, do Diário do Chá.

1 — Tenha cuidado com a água

A água é muito importante para o preparo do chá, já que ela corresponde a 99% de uma xícara de chá. Dê preferência para água filtrada ou mineral, que não possuem sabor (como cloro por exemplo), já que qualquer sabor diferente pode interferir no gosto do chá.

2 — Prefira sempre ervas a granel (folhas soltas)

Elas conservam melhor os óleos essenciais e isso proporciona uma experiência melhor de sabor e aroma. Os chás de saquinhos, por serem muito triturados acabam perdendo parte das propriedades aromáticas e de sabor durante o processo de trituração, ou seja, você não consegue aproveitar todo o potencial que a erva tem a oferecer. Outro ponto negativo para o sachê é que nem sempre conseguimos saber o que tem dentro dele.

3 — Temperatura da água

Água muito quente pode queimar as folhas e deixar o chá amargo. Existem chás mais delicados, como o chá branco e o chá verde, por exemplo, que não suportam temperaturas muito elevadas — a água deve ser aquecida a 70 e 80 graus. Já chás mais encorpados, como o preto e as infusões, podem ser aquecidos a 90 e 100 graus. A dica é sempre ver a indicação da temperatura no rótulo/embalagem.

4 — Use um infusor adequado

A dica é utilizar infusores grandes, isso porque as folhas de chá se expandem em contato com a água e para que elas consigam liberar os óleos essenciais é melhor que ela tenha espaço suficiente. Na falta de um infusor utilize uma peneira ou coador.

5 — Tempo de infusão é fundamental

O tempo também é muito importante na hora de preparar um chá. Se você deixar o chá muito tempo em infusão ele pode ficar amargo. Por isso o ideal é sempre ver a indicação de tempo na embalagem. Se por acaso você quer uma bebida com sabor mais encorpado, nada de deixar mais tempo na infusão: o correto é acrescentar mais erva!

 

Veja vídeo

Mais Lidas