Educação

Justiça decreta greve dos professores ilegal em Pernambuco

TJPE acolheu ação da Procuradoria Geral do Estado

Agência Brasil Agência Brasil
Agência Brasil
Agência Brasil
Publicado em 05/10/2020 às 9:59
NOTÍCIA
Felipe Ribeiro/ JC Imagem
FOTO: Felipe Ribeiro/ JC Imagem
Leitura:

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) acolheu ação da Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE) e determinou que o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) deve encerrar a greve deflagrada no dia 30 de setembro de 2020 imediatamente e não pratique ato que retarde o funcionamento dos serviços da rede estadual de educação. As aulas presenciais estavam marcadas para serem retomadas gradativamente nesta terça-feira (6) em Pernambuco

Os alunos do 3º ano, poderão ir à escola a partir de terça. Na próxima semana, 13 de outubro, devem retornar os estudantes do 2º ano. No dia 20 de outubro devem retomar os adolescentes do 1º ano do ensino médio.

Para os estudantes da educação infantil e do ensino fundamental permanece a proibição de comparecimento às unidades educacionais, sem previsão de quando isso acontecerá.

Em toda a educação básica do Estado estudam cerca de 2,1 milhões de alunos, dos quais 335 mil estão no ensino médio.

A decisão foi proferida pelo desembargador Fábio Eugênio Dantas Oliveira Lima, do TJPE. De acordo com o juiz, o descumprimento da medida acarretará multa diária no valor de R$ 50 mil.

 

*Com informações do Blog de Jamildo

Mais Lidas