menu

Matadouro público de Surubim reabre após interdição judicial

Local ficou pouco mais de 5 meses interditado

O matadouro não fornece a segurança necessária por causa das precárias condições de abate e armazenamento da carne animal
Matadouro público de Surubim reabre após interdição judicial (Agência Brasil/JC Online)

O matadouro público de Surubim, no Agreste pernambucano, voltará a funcionar nesta terça-feira (6) após pouco mais de cinco meses interditado por ordem judicial, a qual atendeu a uma ação civil pública apresentada pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) que listou uma série de problemas estruturais e precariedade na higienização do ambiente de abate.

Um laudo emitido há quase oito anos pela Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (ADAGRO) indicava os problemas.

Provisoriamente, os marchantes realizaram o abate dos animais no matadouro de Bom Jardim. Em nota, a prefeitura de Surubim disse que o prédio "recebeu equipamentos novos e modernos, e se adequou às legislações ambientais e sanitárias".

A área também passou por melhorias elétrica e hidráulica, além de receber serra de carcaça, barreira sanitária e esterilizadores. A administração municipal também garantiu que a reabertura teve a autorização da justiça.

*Informações do Blog do Agreste