menu

Vizinho acusado de matar e decapitar mulher vai a júri popular

Maria Aparecida era diarista e também conhecida como Dona Cida

Maria Aparecida era diarista e também conhecida como Dona Cida
Maria Aparecida era diarista e também conhecida como Dona Cida (Reprodução/ TV Jornal)

O júri popular de Alefy Richardson da Silva está ocorrendo, nesta quinta-feira (15), no Fórum Desembargador Henrique Capitulino, em Jaboatão dos Guararapes, na RMR. Ele é acusado de matado e decapitado, no dia 10 de dezembro de 2017, a vizinha Maria Aparecida dos Santos Fidelis, de 52 anos. 

De acordo com as investigações da Polícia Civil, Alefy teria executado a vítima na residência dela, que ficava na comunidade Suvaco da Cobra, em Barra de Jangada. Maria Aparecida era diarista e também conhecida como Dona Cida.  

Discussão

Segundo ainda as investigações, após discutir com a diarista, Alefy teria a decapitado e exposto a cabeça da mulher no muro de sua casa. Por supostamente matar e decapitar mulher, Alefy foi indiciado por homicídio qualificado e destruição de cadáver.