menu

Mais de 400 mil vagas de trabalho temporário serão geradas até o fim do ano

Expectativa é de que 20% dos trabalhadores sejam efetivados

Lojas do comércio apresentam boa movimentação
Comércio deve ficar mais aquecido em dezembro (Reprodução/TV Jornal Interior)

Até o fim de 2020, mais de 400 mil vagas de trabalho temporário devem ser gerados, de acordo com projeção realizada pela Associação Brasileira do Trabalho Temporário (ASSERTTEM). Os dados são válidos para o trabalho temporário no formato previsto na lei federal 6.019/74 e no decreto nº 10.060/2019.

No mês de outubro, o setor da indústria deve puxar as contratações para suprir a alta demanda do mercado. Segundo o presidente da ASSERTTEM, Marcos de Abreu, os principais segmentos que procuram reforçar as equipes nesta época do ano são alimentos, farmacêutico, embalagens, metalurgia, mineração, automobilístico e agronegócio.

Quase 260 vagas de emprego estão abertas em Pernambuco nesta sexta; confira

Em novembro e dezembro, o destaque ficará para o comércio e para o setor de serviços (para pessoas físicas), com a demanda para o Natal e o Ano Novo. "Quem está desempregado deve ficar atento a essas oportunidades que vão surgir", destaca Marcos de Abreu. Os interessados podem verificar a lista de agências de trabalho temporário associadas e registradas no Ministério da Economia.

Através do trabalho temporário, é possível adquirir novas experiências de mercado, contribuindo também para uma possível contratação permanente. Algumas empresas estão fazendo contratações de forma gradual, após a grande crise causada pela pandemia da covid-19. A estimativa é de que 20% dos trabalhadores temporários sejam efetivados.

Números positivos

Ainda de acordo com números da ASSERTTEM, as contratações realizadas em setembro por meio do Trabalho Temporário surpreenderam de forma positiva. No total, foram 186.940 novas vagas temporárias, um aumento de quase 42% comparando com as 131.761 de setembro do ano passado.