menu

Paciência acaba e jogadores do Central entram em greve

Jogadores do Central não treinam desde a quinta-feira (15)

Jogadores do Central não treinam desde a quinta-feira (15)
Jogadores do Central não treinam desde a quinta-feira (15) (Reprodução)

Com salário atrasado há meses, a paciência do elenco do Central parece ter esgotado. Desde a última quinta-feira (15) que os jogadores se encontram em greve por repúdio a não quitação dos vencimentos que se arrastam, em alguns casos, há pelo menos quatro meses. E o pior é que a Patativa tem uma verdadeira pedreira pela frente na sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série D.

Nada mais, nada menos do que o atual vice-líder do grupo A4, o Coruripe, que soma 10 pontos e, até agora, só perdeu uma partida fora de casa nesta primeira fase. O confronto está marcado para este domingo (18), a partir das 15h, no Estádio Luiz Lacerda. Somando seis pontos de seis empates computados, a equipe caruaruense está na sétima colocação da chave.

Como o plantel também não treinou, na manhã desta sexta-feira (16), fica a interrogação se o Central terá time à disposição para entrar em campo diante do Coruripe. Para retornar às atividades, os atletas alvinegros estão cobrando o pagamento ao menos de um mês de salário. Entretanto, caso a resposta seja negativa por parte da diretoria, o time pode perder por WO.

Diretoria

Com o objetivo de explanar a sua versão dos fatos - jogadores do Central entram em greve - a diretoria realizará coletiva de imprensa, nesta sexta, a partir das 16h, no Luiz Lacerda. Na pauta, as questões salariais, bem como a prestação de contas do clube referente aos últimos três meses.