Aplicativo

E-título pode ser usado como documento oficial para votar; confira

Documento tem foto do eleitor

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 19/10/2020 às 16:15
NOTÍCIA
Arquivo/Marcello Casal Jr/Agência Brasil
FOTO: Arquivo/Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Leitura:

Desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o e-Título, aplicativo que funciona como a via digital do título eleitoral, passou por uma nova atualização. A principal novidade é a inclusão da foto do eleitor.

Desta forma, os cidadãos podem apresentar apenas o perfil do aplicativo no celular para entrar na seção eleitoral e votar. Apesar disto, a funcionalidade só está disponível para aqueles que fizeram o cadastramento biométrico.

Com a atualização, o aplicativo fornece maior segurança para os dados, exigindo uma série de perguntas. O uso à ferramenta só será liberado com as respostas corretas.

No aplicativo, também é possível emitir certidões de quitação eleitoral e de crimes eleitorais, disponíveis a qualquer momento. O aplicativo informa ainda o local de votação do eleitor, entre outros detalhes.

Segundo o TSE, mais de 2 milhões de eleitores já baixaram o e-Título, e cerca de 60 mil pessoas acessam diretamente o documento.

Justificativa de ausência

No e-Título, também é possível justificar a ausência, para o caso de eleitores que estiverem fora do domicílio eleitoral no dia da votação. A funcionalidade por meio da geolocalização, só estará disponível na data da eleição, das 7h às 17h.

Para fazer a justificativa em outra data, o eleitor poderá apresentar documento comprobatório que motivou a ausência (60 dias para justificar após cada pleito, ou 30 dias para justificar após retorno ao Brasil).

Mais Lidas