Crime

Polícia Federal investiga quadrilhas que aplicam golpe para sacar FGTS emergencial

Esquema envolve compra e venda de informações pessoais

Equipe NE10 Interior
Equipe NE10 Interior
Publicado em 20/10/2020 às 16:33
NOTÍCIA
José Cruz/Agência Brasil
FOTO: José Cruz/Agência Brasil
Leitura:

A Polícia Federal está investigando supostas quadrilhas que aplicam golpes para sacar o FGTS Emergencial. Segundo a apuração policial, os suspeitos compram e vendem informações pessoais das vítimas para fraudar o aplicativo Caixa Tem e retirar o dinheiro do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Para aplicar o golpe, os suspeitos fazem o primeiro acesso à conta e cadastram um email falso no aplicativo. Quando a vítima tenta acessar o Caixa Tem, descobre que o email cadastrado não é o dela.

Para pagar o saque emergencial do FGTS, a Caixa criou contas poupança digitais para os trabalhadores, da mesma maneira que ocorreu com o auxílio emergencial.

Segurança

Sobre os golpes, a Caixa informa que está melhorando os critérios de segurança do aplicativo. A orientação para aqueles que foram vítimas do golpe é procurar uma agência e contestar o saque, portando um documento de identificação e o CPF. Caso o pedido seja negado, é possível pedir uma reanálise.

Mais Lidas