Emprego

Como montar um currículo atraente? Veja dicas de especialista

Segundo especialista, currículo deve ser elaborado de forma simples e objetiva

Pedro Augusto
Pedro Augusto
Publicado em 24/10/2020 às 12:34
NOTÍCIA
Divulgação
FOTO: Divulgação
Leitura:

O último bimestre já vem aportando no calendário 2020 e as vagas de emprego temporário, embora deverão ser menores em relação ao mesmo período do ano devido à pandemia da covid-19, serão abertas em todo o Brasil. Com o desemprego em alta beirando à casa dos 14 milhões de trabalhadores, a dica é montar um currículo ideal e ir em busca de uma recolocação no mercado.

Mas como montar um currículo atraente? Veja dicas de especialista. Para isso, o NE 10 Interior convocou o consultor empresarial, palestrante e coach Eugênio Sales. De forma simples e direta, ele enumerou algumas etapas que devem ser observadas durante a elaboração de seu "cartão de visitas" junto ao empregador.

Confira

1 - Informações básicas

Atualmente, não é necessário incluir a foto do candidato. Basta informar o nome completo, inserir um telefone de contato, de preferência dois, sendo um celular e um fixo, além do endereço. Também não é mais interessante incluir números de documentos pessoais tais como: o RG e o CPF.

2 - Escolaridade

Na medida em que você informa o seu grau de escolaridade como, por exemplo, a conclusão de um curso de nível superior ou de pós-graduação, não é necessário incluir informações sobre a vida escolar anterior. Outro ponto importante diz respeito ao número de graduações concluídas. Se o candidato concluiu mais de uma, também é recomendável informar no currículo.

3 - Mais cursos

Se por acaso o candidato, ao longo de sua carreira, participou de cursos como técnicos, workshops e demais capacitações, também é interessante incluir no currículo. Ele deve dar preferência aos cursos que tiverem mais carga horária e que possuem relevância em relação à sua área de atividade.

4 - Histórico de trabalho

Nesta etapa, o trabalhador deve incluir as últimas empresas em que trabalhou com informações sobre o período e o cargo que ocupou. Ele deve descartar ainda informações sobre aquelas empregadoras em que se passou pouco tempo, porque até conta como ponto negativo durante a avaliação do empregador.

5 - Contatos de referência

Aqui, é recomendável inserir contatos telefônicos de profissionais os quais o candidato trabalhou ao longo de sua carreira. Caso, ele possua um bom relacionamento com o ex-empregador é importante incluí-lo entre esses contatos.

6 - Revisão

Também é imprescindível que o candidato revise o conteúdo do currículo antes de enviá-lo ou entregá-lo em mãos. Nesta etapa, verifique se há algum erro ortográfico, de digitação, dentre outros.

7 - Foco

O ideal é o trabalhador não sair distribuindo currículo por aí. Ele precisa ter foco naquilo em que deseja trabalhar e onde compreende às suas habilidades. O candidato deve procurar agências, mas também procurar aquelas empresas em que possui aptidão.

 

Mais Lidas