Preconceito

Bolsonaro pede desculpas após fazer piada homofóbica com refrigerante do Maranhão

Guaraná Jesus é cor-de-rosa

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 30/10/2020 às 13:49
NOTÍCIA
Reprodução/Facebook
FOTO: Reprodução/Facebook
Leitura:

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), pediu desculpas durante uma live nas redes sociais, após fazer uma piada homofóbica enquanto tomava um copo do Guaraná Jesus, em visita ao estado do Maranhão.

Em referência à cor rosa do refrigerante do Maranhão, o presidente disse: "Agora eu virei boiola igual maranhense, é isso?". Na transmissão ao vivo nessa quinta-feira (29), Bolsonaro afirmou que se tratava de uma brincadeira.

"Se alguém se ofendeu, me desculpa, eu fiz uma brincadeira com a cor do guaraná Jesus, que é cor-de-rosa. E a brincadeira que eu fiz não foi para a televisão, eu estava falando com um cara lá. Falei uns troços e divulgaram como se eu estivesse ofendendo o pessoal do Maranhão. Muito pelo contrário. Com quem eu tava brincando era um maranhense, que levou na esportiva. Agora a maldade está aí", comentou.

Bolsonaro esteva no Maranhão para visitar as obras de duplicação da BR-135. Além da duplicação, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) realiza obras de recuperação na rodovia.

Governador do Maranhão

O governador do Maranhão, Flavio Dino (PCdoB), se pronunciou sobre o caso e disse que o presidente será processado: "Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. Fez piada sem graça com uma de nossas tradicionais marcas empresariais: o guaraná Jesus. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda política. Será processado".

Mais Lidas