menu

Trump entra com processo para interromper apuração na Pensilvânia

Campanha de Trump também pediu interferência da Suprema Corte

Donald Trump durante pronunciamento
Trump entra com processo para interromper apuração na Pensilvânia (Jim Bourg )

A campanha do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, informou nessa quarta-feira (4) que estava entrando com processo para suspender temporariamente a contagem de votos na Pensilvânia, e também pediu interferência da Suprema Corte em um caso sobre cédulas enviadas pelo correio no estado, que pode determinar o vencedor da eleição presidencial norte-americana.

A campanha disse que a ação judicial visa impedir que autoridades democratas no estado "escondessem" o processo de contagem de votos dos observadores eleitorais republicanos.

A eleição norte-americana permanecia muito acirrada entre Trump e o democrata Joe Biden após a votação na terça-feira (3).

A campanha de Trump abriu um processo semelhante nesta quarta-feira em Michigan, também com o objetivo de interromper temporariamente a contagem naquele Estado.

A campanha também busca intervir em um caso existente perante a Suprema Corte, de acordo com um processo judicial.

O caso foi apresentado por republicanos que pediram à Suprema Corte dos EUA para revisar uma decisão da Corte da Pensilvânia, que permitiu que as cédulas enviadas pelo correio que chegassem até sexta-feira fossem contadas desde que postadas no dia da eleição.