Crimes virtuais

Polícia Federal alerta para novo golpe usando falso cadastro do Pix

Saiba como se proteger

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 18/11/2020 às 12:40
NOTÍCIA
Marcello Casal Jr./ABr
FOTO: Marcello Casal Jr./ABr
Leitura:

A Polícia Federal está alertando para um novo golpe utilizando um falso cadastro no novo sistema de pagamentos do Banco Central, o Pix. O sistema permite transferências em dinheiro quase instantaneamente e começou a funcionar desde o dia 16 de novembro.

De acordo com a PF, o problema é que, em virtude de os bancos estarem convidando os clientes para cadastrarem suas “chaves” no sistema, criminosos estão se aproveitando disso para obter informações sigilosas e senhas, fazendo as pessoas se cadastrarem em um site falso.

A empresa de segurança cibernética Kaspersky identificou mais de 100 sites falsos em menos de uma semana criados para enganarem os usuários, dente eles: chavepix.me, gerenciadorpix.com, pagarpix.com, pixapp.online, pixbrasil.tech, pixempresas.com, suportepix.online, pix.atualizacaowebsegura.gq, pixjuridico.com.

As instituições financeiras alertam que nunca pedem senhas ou código de validação de transações fora de seus canais digitais.

Como se proteger

1. Não forneça senhas ou efetue o cadastro do pix fora do aplicativo ou site oficial do banco (nem mesmo pelo telefone);

2. Nunca clique em links e nem em botões para instalações de qualquer dispositivo enviados por e-mail, whatsapp, facebook ou SMS sob hipótese alguma, é sempre melhor apagar. 

3. Os bancos não enviam mensagens ou links pedindo dados, senhas ou informações pessoais dos correntistas e não envia links por e-mail ou whatsapp para atualização de sistema de segurança ou verificação de cadastro

4. Não compartilhe links duvidosos com seus contatos sem antes saber se são autênticos.

5. Cuidado com mensagens como "Sua Conta será bloqueada se não fizer o procedimento de segurança", quase sempre tais conteúdos querem fazer com que as pessoas não pesquisem a veracidade das informações na página oficial da empresa ou dos bancos.6. Nunca preencha nenhum cadastro, formulário ou pesquisa fornecendo seus dados financeiros ou pessoais através de links enviados pelo e-mail.

7. Ao entrar em qualquer página verifique se existe um cadeado no canto superior esquerdo da página, isso garante que a página é segura.8. Confira o endereço da página. Ele tem que ter o HTTPS onde o “S” corresponde a uma camada extra de segurança, ou as terminações, .com.br, .gov.br.

A PF ainda orienta que quem tiver sido vítima de golpes financeiros deve procurar imediatamente uma delegacia da Polícia Civil para prestar um boletim de ocorrência. 

Mais Lidas