menu

Conheça a história do Cacique Marcos, da tribo Xucuru, eleito prefeito de Pesqueira

Ele é líder da tribo indígena Xucuru

Ritual da tribo Xucuru, em Pesqueira
Ritual da tribo Xucuru, em Pesqueira (Reprodução/TV Jornal Interior)

O Brasil tem cerca de 818 mil pessoas autodeclaradas indígenas. São 256 povos com mais de 150 línguas diferentes. Estes grupos vem cada vez mais ampliando a participação na política. Nas eleições deste ano, houve um aumento de 90% nas candidaturas indígenas. Em 2016, foram 1.175 candidatos. Em 2020, o número subiu para 2.111.

Em Pesqueira, no Agreste de Pernambuco, o cacique Marcos, da tribo Xucuru, foi eleito prefeito pelo partido Republicanos. A cidade tem 68 mil habitantes, dos quais mais de 20 mil são índios xucurus, que moram tanto na zona urbana como nas 24 aldeias localizadas na zona rural. O cacique Marcos Luidson de Araújo, 42 anos, é filho do Cacique Chicão, assassinado em maio de 1998 por causa de perseguição e problemas relacionados à posse de terras.

"Eu assumi a liderança muito jovem, tinha apenas 21 anos, logo após o assassinato do meu pai. De lá para cá me dediquei ao projeto de vida do povo Xucuru, dando uma estabilidade na minha liderança e um reconhecimento até internacional na defesa dos direitos humanos", destacou prefeito eleito.

O professor e índio da tribo Xukuru David Araújo avalia a eleição do cacique como positiva para a tribo. "É importante para mostrar a capacidade que o indígena tem e quebrar com esses preconceitos, esses paradigmas, que a sociedade não indígena acha do índio. Há muito preconceito em relação aos indígenas e dessa forma a gente mostra que também tem capacidade de gerir esses espaços", destacou.

Conheça a história do Cacique Marcos, eleito prefeito de Pesqueira

  • 19/11/2020 15:58
Em Pesqueira, no Agreste de Pernambuco, o cacique Marcos, da tribo Xucuru, foi eleito prefeito pelo partido Republicanos. A cidade tem 68 mil habitantes, dos quais mais de 20 mil são índios xucurus, que moram tanto na zona urbana como nas 24 aldeias localizadas na zona rural. 6 minutos e 20 segundos

Sub judice

Apesar da vitória, a homologação do resultado depende da Justiça. O Cacique Marcos teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), uma vez que o então candidato já foi condenado em um processo por crime contra o patrimônio privado. Com 51,60% dos votos, o cacique venceu a atual prefeita, que concorria à reeleição, Maria José (DEM). Ela conquistou 45,48% dos votos.

"A gente entrou com recurso, estamos aguardando. Se por ventura ocorrer qualquer problema aqui, vamos para Brasília, mas é uma decisão judicial que vai se arrastar daí para frente. Mas sem sombra de dúvidas o povo de Pesqueira entendeu e já validou esse projeto que queremos discutir e implementar nos próximos quatro anos", disse o cacique Marcos.