menu

Aulas são suspensas em escola do Sertão após 10 funcionários testarem positivo para covid-19

Eles deverão passar por novos testes

Funcionários da Escola Técnica Arlindo Ferreira dos Santos testaram positivo
Funcionários da Escola Técnica Arlindo Ferreira dos Santos testaram positivo (Divulgação)

As aulas da escola técnica estadual Arlindo Ferreira dos Santos foram suspensas nessa terça-feira (24) após 10 funcionários testarem positivo para a covid-19. Os funcionários são dois professores, dois vigilantes, uma merendeira, três auxiliares de serviços gerais e dois gestores.

A instituição de ensino conta com 448 alunos. Após o ocorrido, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) está defendendo a testagem em massa, tanto dos funcionários como dos alunos, e que as aulas sigam suspensas.

Para o presidente do sindicato, Fernando Melo, apenas afastar aqueles que estão infectados é negligência. "Muitos companheiros, companheiras e estudantes estão sendo acometidos pela covid-19. O Sintepe tem defendido que ao ser detectado um caso de covid, as pessoas possam ser afastadas e as demais que convivem com ela naquele ambiente sejam todos testados para que a gente verifique a abrangência naquele local", destacou.

Ação

Em entrevista à TV Jornal Interior, o secretário estadual de Educação, Fred Amâncio, informou que os funcionários foram testados durante uma ação do município e não apresentavam sintomas. Ele informou ainda que uma professora que testou positivo não estava frequentando a escola por ser do grupo de risco da doença.

Amâncio informou que a secretaria estadual de Saúde fará uma nova testagem nestes profissionais, e a partir do resultado será definido se as aulas seguem suspensas ou se serão retomadas com os protocolos.