Investigação

Mulher é presa suspeita de envolvimento na morte de estudante em Lajedo

Rapaz foi morto por conhecer desafeto do principal suspeito

Equipe NE10 Interior
Equipe NE10 Interior
Publicado em 08/12/2020 às 10:35
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

Uma mulher foi presa por meio de mandado de prisão na tarde dessa segunda-feira (7) suspeita de envolvimento na morte do estudante Rian Roberty Alves da Silva, 16 anos, em Lajedo, no Agreste de Pernambuco, no dia 27 de novembro.

De acordo com o delegado Marcelo Francisco, ela é namorada do principal suspeito do crime. A mulher é dona da residência que foi atingida por um disparo de arma de fogo, que levou o suspeito a cometer o homicídio.

Segundo as investigações da Polícia Civil, o homem, que continua foragido, teve desentendimentos com um grupo de jovens no bairro do Poço. Um dos jovens do grupo teria atirado contra a casa da namorada do suspeito. Por vingança, o suspeito decidiu cometer o assassinato.

"O adolescente não tinha nenhuma vinculação com esse fato e ele foi morto apenas porque conhecia o autor do disparo, e como ele não conseguiu encontrar o alvo, matou o primeiro conhecido da pessoa que viu pela frente", explicou o delegado.

Relembre o caso

Rian teria sido abordado por dois homens armados em uma motocicleta, que anunciaram um assalto. O rapaz teria tentado fugir entrando em casa, mas foi atingido por disparos e não resistiu.

Após o crime, os familiares e amigos de Rian realizaram um protesto em Lajedo pedindo Justiça no caso. Eles afirmam que o rapaz era estudioso e sonhava em ser jogador de futebol.

Mais Lidas