menu

Prédio do curso de Medicina da UFPE é inaugurado em Caruaru

Alunos estavam de forma provisória no Polo Comercial

Ministro da Educação, Milton Ribeiro
Ministro da Educação, Milton Ribeiro (Renata Araujo/TV Jornal Interior)

Foi inaugurado na manhã desta quinta-feira (10) o novo prédio do Núcleo de Ciências da Vida (NCV) do Centro Acadêmico do Agreste (CAA), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), destinado ao curso de Medicina. A cerimônia teve um público restrito devido às limitações impostas pela pandemia da covid-19.

Estiveram presentes o ministro da Educação, Milton Ribeiro, o reitor da UFPE, Alfredo Gomes, o diretor do CAA, Manoel Guedes, o ex-ministro da Educação Mendonça Filho (DEM), a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), secretários municipais, entre outras autoridades.

As obras do prédio do curso de Medicina começaram em 2018, com projeto arquitetônico assinado pelos profissionais da universidade Maria Isabel Pinto e Enio Eskinazi. A área total é de aproximadamente 7.000 m² e o imóvel tem quatro pavimentos.

Antes da pandemia da covid-19, as atividades do curso de Medicina estavam funcionando de forma provisória no Polo Caruaru, e serão transferidas para o CAA. Apesar disto, desde março as aulas presenciais estão suspensas por causa do período pandêmico.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse que foi uma grande alegria participar da cerimônia. Perguntado sobre a volta às aulas presenciais, ele afirmou que não se trata de um retorno "a qualquer custo". "O Governo Federal olha também para a saúde, mas agora nós temos algumas novidades, com o advento das vacinas. Quem sabe lá em março nós teremos um novo panorama e todo mundo voltar às atividades normais e presenciais".

A estrutura conta com oito salas de aula, 24 salas de tutoria, dez laboratórios de ensino e pesquisa, três laboratórios de informática, salas de videoconferência e simulação, salas dos professores, auditório com capacidade para 100 lugares, cantina, biblioteca setorial, área administrativa, almoxarifado e área de convivência.

Obras do novo prédio de Medicina começaram em 2018
Obras do novo prédio de Medicina começaram em 2018
Dom Menezes/TV Jornal Interior

Investimento

O investimento total no novo prédio foi de R$ 21 milhões, incluindo as obras, os equipamentos e o mobiliário. Metade dos espaços da edificação está equipada e mobiliada. A compra do terreno foi feita em 2016, com o apoio de emendas parlamentares no valor de R$ 1,8 milhão.

Para o reitor da UFPE, Alfredo Gomes, o processo de interiorização da educação, que começou há cerca de 15 anos, está se consolidando. "É um momento histórico, muito especial para a universidade. É a democratização do acesso à educação superior, trazendo impacto na economia regional, na cultura, na forma de organização da sociedade, e sobretudo trazendo conhecimento".

A primeira turma do bacharelado em Medicina da UFPE no campus Caruaru se formou em janeiro deste ano. No total, o Núcleo de Ciências da Vida tem 480 alunos de graduação em Medicina, 33 alunos de residência médica, 71 docentes e 18 servidores técnicos-administrativos.