Vacina

Governo Federal lança plano de vacinação contra a Covid-19

O plano inclui a vacina Coronavac, do laboratório chinês Sinovac, e outros imunizantes

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 16/12/2020 às 11:36
NOTÍCIA
Governo de São Paulo
FOTO: Governo de São Paulo
Leitura:

Em uma cerimônia realizada no Palácio do Planalto nesta quarta-feira (16), o Governo Federal lançou oficialmente o plano de vacinação nacional contra a Covid-19. O material foi apresentado pelo Ministério da Saúde na semana passada em cumprimento à determinação do Supremo Tribunal Federal (STF).

O documento divulgado na cerimônia inclui a vacina Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan (SP) em parceria com o laboratório chinês Sinovac, e outros seis imunizantes, como Pfizer/BioNtech, Oxford/AstraZeneca e Sputnik V.

Recife vai contar com central de distribuição da vacina no Nordeste

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da saúde, Eduardo Pazuello, participaram da cerimônia. Mesmo com o plano em mãos, ainda não foi definida uma data para início da vacinação no país. O governo diz que aguarda a aprovação de registro das vacinas por parte da a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Como será o plano

A previsão é de que os grupos considerados prioritários recebam a vacina primeiro, já que são mais vulneráveis à doença. De acordo com o documento, nesta primeira etapa serão vacinadas 51 milhões de pessoas, o que demanda 108,3 milhões de doses do imunizante, porque cada pessoa toma duas doses.

Ainda de acordo com o plano divulgado, a vacinação no Brasil deve durar 16 meses, sendo quatro meses para vacinar todos os grupos prioritários outros 12 meses para imunizar a população em geral.

No começo do mês de dezembro, o Governo Federal havia dito que o plano nacional de vacinação deveria contar com quatro fases. Em cada etapa serão atendidos determinados tipos de públicos, escolhidos de forma estratégica.

Mais Lidas