Vacina

Após vacina contra covid-19, enfermeira desmaia e hospital nega morte dela

Tiffany Dover, de 30 anos, desmaiou quando dava entrevista a uma TV local e, desde então, "desapareceu" das redes sociais

Equipe NE10 Interior
Equipe NE10 Interior
Publicado em 22/12/2020 às 13:08
NOTÍCIA
Reprodução/Youtube
FOTO: Reprodução/Youtube
Leitura:

As vacinas contra a covid-19 ainda geram certas desconfianças em milhares de pessoas espalhadas pelo mundo quanto às suas eficácias e acabam dando margens para teorias de conspiração. Nos Estados Unidos, por exemplo, o caso da enfermeira-chefe de um hospital no Tennessee ganhou bastante repercussão após ela desmaiar, 17 minutos depois, de tomar vacina contra o coronavírus. 

Tiffany Dover, de 30 anos, desmaiou quando dava entrevista a uma TV local e, desde então, "desapareceu" das redes sociais levantando a suspeita de que havia morrido. Muitos dizem acreditar que a profissional da Saúde esteja morta, pois ela não é vista mais em público e as suas contas em redes não estão sendo atualizadas.

Fim dos rumores

Diante da repercussão, a direção do CHI Memorial Hospital publicou nota para pôr fim aos rumores, disseminados especialmente entre o público antivacina.

"A enfermeira Tiffany Dover agradece a preocupação demonstrada por ela. Ela está em casa e bem. Ela pede privacidade para ela e sua família", afirmou a unidade. 

Apesar do pronunciamento do hospital, muitas pessoas nas redes sociais continuaram levantando dúvidas e até questionando a "necessidade" de uma nota do hospital para o caso.

"O público quer ouvir a Tiffany, NÃO o hospital", protestou uma pessoa no Twitter.

Com informações do Extra

 

 

Mais Lidas