Intimação

Pastor que disse que vacina CoronaVac causa câncer e tem “HIV dentro dela” terá de depor

O MP está solicitando a responsabilização civil e criminal do pastor por divulgar “notícia inverídica” sobre a vacina contra a covid-19

Equipe NE10 Interior
Equipe NE10 Interior
Publicado em 22/12/2020 às 17:58
NOTÍCIA
Pastor Davi Góes - Foto: Reprodução/Facebook
FOTO: Pastor Davi Góes - Foto: Reprodução/Facebook
Leitura:

Davi Góes, o pastor do estado do Ceará que, durante sermão transmitido pelas redes sociais em Fortaleza, disse que a vacina CoronaVac causava câncer e tem até “HIV dentro dela”, foi intimado a depor, nesta terça-feira (22), pelo Ministério Público.

O MP está solicitando a responsabilização civil e criminal do pastor por divulgar “notícia inverídica” sobre a vacina contra a covid-19, desenvolvida em parceria entre Instituto Butantan e laboratório chinês.

A promotoria de Justiça cearense está exigindo que Davi Góes apresente em um prazo de duas semanas “suas capacitações técnicas, científicas, sanitárias ou médicas que possam credenciá-lo como especialista qualificado a emitir análise sobre o tema abordado por ele”.

Contexto

Após a repercussão de suas declarações, Góes afirmou que as imagens tiraram de contexto o que ele falou sobre a vacina.

Da Revista Fórum

 

 

Mais Lidas