prisão

Pego de pijamas, prefeito Marcelo Crivella é preso no Rio de Janeiro

O prefeito tinha acabado de acordar quando foi preso em ação da Polícia Civil e Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ)

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 22/12/2020 às 8:55
NOTÍCIA
Tomaz Silva/Agência Brasil
FOTO: Tomaz Silva/Agência Brasil
Leitura:

Ao acordar na manhã desta terça-feira (22), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), preso em ação conjunta da Polícia Civil e Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ). De acordo com o advogado, Crivella havia acabado de acordar e estava de pijamas quando foi abordado em casa, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

O prefeito do Rio é alvo da Operação Hades, que investiga um suposto 'QG da Propina' na Prefeitura do Rio. Além dele, foram presos também o empresário Rafael Alves, o delegado aposentado Fernando Moraes, o ex-tesoureiro da campanha de Crivella, Mauro Macedo, além dos empresários Adenor Gonçalves dos Santos e Cristiano Stockler Campos, da área de seguros.

Antes de entrar na delegacia, o prefeito disse que foi o político que mais combateu a corrupção no município e que espera por justiça. A prisão de Crivella ocorre 9 dias antes do fim do seu mandato.

No comando da prefeitura do Rio

Eleito vice-prefeito de Crivella, Fernando McDowell faleceu no mês de maio de 2018. Com isso, quem assume a prefeitura do Rio de Janeiro enquanto o prefeito estiver preso é o presidente Câmara de Vereadores, Jorge Felippe (DEM).

Mais Lidas