menu

Artista pernambucana esculpe vagina com 33 metros na Usina de Arte

‘Diva’ levou 11 meses para ficar pronta; mais de 20 homens trabalharam na escavação


'Diva' demorou 11 meses para ficar pronta
'Diva' demorou 11 meses para ficar pronta (Reprodução/Arquivo pessoal)

‘Diva’, de autoria de uma artista pernambucana, ganhou as redes sociais no fim de semana. A obra representa uma vagina e está localizada na Usina de Arte, na Usina Santa Terezinha, município de Água Preta, Zona da Mata Sul de Pernambuco.

A escultura demorou 11 meses para ficar pronta. Mais de 20 homens trabalharam no projeto e na escavação. A obra mede 33 metros de altura por 16 m de largura e seis de profundidade, e é recoberta por concreto armado e resina.

Juliana Notari, artista responsável por ‘Diva’, disse que utiliza a arte para falar de questões urgentes, como as discussões sobre gênero.

“Em ‘Diva’, utilizo a arte para dialogar com questões que remetem a problematização de gênero a partir de uma perspectiva feminina aliada a uma cosmovisão que questiona a relação entre natureza e cultura na nossa sociedade ocidental falocêntrica e antropocêntrica. Atualmente, essas questões têm se tornado cada vez mais urgentes”, escreveu Juliana Notari no Instagram.

Confira a reportagem

;