Luto

Quem era Genival Lacerda? Confira a trajetória do artista

Cantor e compositor paraibano é dono de grandes sucessos como "Severina Xique Xique" e "De quem é esse jegue"

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 07/01/2021 às 12:59
NOTÍCIA
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

Um marco da cultura nordestina, o cantor e compositor Genival Lacerda faleceu nesta quinta-feira (7) aos 89 anos. O músico foi mais uma vítima da Covid-19 e estava internado no Recife desde o dia 30 de novembro.

Genival Lacerda morre aos 89 anos vítima de coronavírus

Artistas e políticos lamentam a morte de Genival Lacerda; veja

O paraibano era conhecido em todo o país por suas composições. Genival ficou famoso pelo seu carisma e irreverência dentro e fora dos palcos. Com mais de 64 anos de carreira, ele se tornou um ídolo popular.

Conheça a trajetória

Afinal, quem era Genival Lacerda? O artista nasceu na cidade de Campina Grande, na Paraíba, no dia 5 de abril de 1931. Ele trabalhou como radialista durante um tempo e sua primeira gravação como cantor foi feita em 1953, no Recife.

O primeiro disco gravado por ele foi lançado em 1956. A obra contemplava "Coco de 56", escrita por ele em parceria com João Vicente e “Dance o xaxado”, composta com Manoel Avelino.

No ano de 1964 Genival se mudou para o Rio de Janeiro e lá alcançou reconhecimento nacional. No Rio, conviveu com artistas como Dominguinhos e Luiz Gonzaga. Em 1975, a canção “Severina Xique Xique" foi consagrada e o refrão "ele tá de olho é na butique dela" se tornou inconfundível.

Pouco tempo depois, os sucessos "Radinho de pilha", "Mate o véio" e "De quem é esse jegue", se consolidaram como marca registrada do estilo bem humorado de "seu Vavá", como também era conhecido.

As ligações com a música não param por aí. Genival chegou a ser casado com a irmã do músico Jackson do Pandeiro, com quem teve uma relação muito próxima. 

Nos anos 90 voltou a morar em Recife e em 2016, ganhou título de cidadão recifense da Câmara dos Vereadores. Em 2017, recebeu no Palácio do Planalto a medalha da Ordem do Mérito Cultural (OMC). 

Lançamentos

Na próxima sexta-feira (8), será lançada uma faixa do DVD "Minha Estrada", gravado no Teatro Boa Vista em 2019 com a participação de artistas nordestinos, que foi gravado no Teatro Boa Vista. O lançamento da primeira faixa foi em 13 de dezembro, aniversário de Luiz Gonzaga e Dia do Forró.

O lançamento da canção, que tem participação do artista Zé Lezin, está mantido mesmo com o falecimento do cantor de acordo com a assessoria.

Mais Lidas