Covid-19

Idosa sobrevive com família bombeando ar por falta de cilindro de oxigênio em Manaus

Joecy Coelho da Silva está internada por causa da doença desde 7 de janeiro

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 15/01/2021 às 9:26
NOTÍCIA
UOL/Arquivo Pessoal
FOTO: UOL/Arquivo Pessoal
Leitura:

Joecy Coelho da Silva, de 83 anos, está internada por causa da covid-19 desde o dia 7 de janeiro e, após esgotar o oxigênio de ar na unidade em que ela está, sobrevive com ajuda da família. A idosa está no Serviço de Pronto Atendimento) da Redenção, em Manaus. Na madrugada dessa sexta-feira (15), o oxigênio de ar se esgotou e os cilindros tiveram que ser liberados para as famílias dos pacientes recarregarem.

A família de Joecy passou a noite bombeando ar para ela manualmente, já que não conseguiu encher o botijão.

Em entrevista ao portal UOL, o neto da idosa, Luis Queiros, informou que foi a três lugares e entrou em contato com 40 estabelecimentos, mas não foi possível recarregar o cilindro. Com isso, ele alugou um botijão descarregado, de R$ 2 metros cúbicos de oxigênio.

Na quarta-feira (13), a família precisou recarregar três vezes o cilindro e, para passar a noite dessa quinta-feira (140, a família se revezou para poder bombear ar manualmente.

Avô também está internado

De acordo com o neto, a idosa é muito debilitada. O avô dele, de 81 anos, também está internado por causa da doença, mas a situação dele é considerada menos grave.

Apesar dos gastos e da dificuldade de conseguir oxigênio, Luis disse que a família está fazendo o que pode. "Nessa hora estamos passando o cartão, fazendo o que dá, ninguém está medindo esforços. Mas o sentimento é de incapacidade", disse.

*Informações: Portal UOL

Mais Lidas