menu

Polícia Federal faz alerta para golpe da vacinação no WhatsApp

Com a expectativa para a campanha de vacinação, pessoas têm aplicado golpes em usuários do aplicativo

Vacina contra a covid-19 é esperada no Brasil
A Polícia Federal alerta para golpes feitos por meio de ligação e WhatsApp (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Na expectativa para o início oficial do Plano de Imunização da Covid-19 no Brasil, um golpe tem chamado a atenção e a Polícia Federal (PF) e ligou o sinal de alerta para os usuários do WhatsApp. Criminosos têm se passado por profissionais do Ministério da Saúde e clonam as contas das vítimas para conseguir dinheiro.

Vacinação contra covid-19 começa na quarta-feira, diz Pazuello

Enfermeira de 54 anos é a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 no Brasil

De acordo com a PF, os criminosos ligam para as vítimas prometendo agendar o recebimento da vacina e utilizam o número para solicitar ao suporte do aplicativo o código de ativação. Em seguida, o usuário recebe um SMS com os dígitos para verificação.

As vítimas têm repassado esse código de verificação aos estelionatários, pensando ser um número de agendamento para receber a vacina. Depois de clonar as contas, os criminosos enviam mensagens aos contatos da agenda dos usuários pedindo transferências em dinheiro.

Como evitar o golpe?

A PF reforça que, por enquanto, não é realizado nenhum cadastro prévio para receber a vacina. O Ministério da Saúde geralmente entra em contato com as pessoas por meio do número 136 ou 00136.

A polícia recomenda ainda que os usuários do aplicativo nunca forneçam o código de ativação a ninguém sob nenhuma hipótese. Isso pode evitar, entre outros problemas, o golpe da vacinação no WhatsApp.