Saúde

Covid-19: variante no Amazonas pode ser mais grave entre os jovens

Mutação é mais transmissível, silenciosa e letal

Laís Milena
Laís Milena
Publicado em 19/01/2021 às 14:43
NOTÍCIA
Bruno Kelly/Reuters
FOTO: Bruno Kelly/Reuters
Leitura:

Em meio a crise no sistema de saúde de Manaus, uma nova variante do coronavírus foi identificada no Amazonas. Essa mutação pode ser um dos fatores do aumento nos casos e mortes por Covid-19 no estado. Pesquisadores acreditam que a nova variante é mais transmissível e letal, além de atingir mais os jovens. Segundo registros de óbitos, nos últimos 30 dias, quatro em cada dez vítimas fatais tinham menos de 60 anos no estado.

Nova variante do coronavírus pode estar por trás de caos no Amazonas

A doença estaria atingindo bebês, crianças, jovens e pessoas sem comorbidade de forma muito violenta, com grande comprometimento do pulmão. A evolução clínica dos pacientes também está sendo muito rápida, com poucos dias já há agravamento da situação e dificuldade para respirar. O vírus está atacando o organismo silenciosamente.

A taxa de transmissão é outro fator que preocupa os médicos, famílias inteiras estão apresentando sintomas ao mesmo tempo e não um de cada vez, como ocorria antes. O que pode explicar a mudança no comportamento da doença são as mutações sofridas pelo vírus, que geraram uma nova variante identificada no estado. A princípio a cepa B.1.1.28, seria capaz de entrar nas células humanas mais facilmente.

Somente estudos mais aprofundados vão poder indicar quais as características dessa variante. Os pesquisadores  acreditam que a B.1.1.28 pode ser uma das causas do aumento exponencial de casos de Covid-19 no Amazonas, mas não existem evidências ainda sobre ser mais patogênica.

Mais Lidas