vacinação

Índia autoriza exportação da vacina de Oxford para o Brasil

As doses devem ser enviadas ao país na sexta-feira (22)

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 21/01/2021 às 15:00
NOTÍCIA
Reuters/Dado Ruvic
FOTO: Reuters/Dado Ruvic
Leitura:

Nesta quinta-feira (21), o secretário de Relações Exteriores da Índia, Harsh Vardhan Shringla, confirmou a exportação das vacinas contra a Covid-19 para o Brasil. As vacinas produzidas pelo laboratório Serum, em Mumbai, devem ser enviadas na próxima sexta-feira (22).

Incêndio na Índia atinge sede de maior fabricante de vacinas do mundo

Os envios das doses para o Brasil e para Marrocos serão as primeiras exportações comerciais da Índia, que iniciou recentemente a campanha de imunização. O Brasil espera receber 2 milhões de doses, que serão destinadas ao cumprimento do Plano Nacional de Imunização.

Voo que sairia de Recife para buscar vacinas da Covid-19 na Índia é adiado

A vacina é desenvolvida pela empresa britânica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. O laboratório Serum Institute of India, maior produtor mundial de vacinas, é responsável por produzir o imunizante.

Composição da vacina

De acordo com a Anvisa, a vacina tem eficácia de 70,42%. No Brasil, o pedido para uso emergencial do imunizante foi apresentado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A vacina é composta de um único vetor de adenovírus recombinante de chimpanzé, deficiente para replicação, que codifica a glicoproteína S de SARSCoV-2. A alteração da glicoproteína estimula a resposta imune humoral da célula.

Mais Lidas