Vacinação

Pernambuco organiza distribuição das 84 mil doses da vacina de Oxford

Vacinação com a CoronaVac segue normalmente nos municípios

Laís Milena
Laís Milena
Publicado em 25/01/2021 às 16:45
NOTÍCIA
Heudes Regis/Governo de Pernambuco
FOTO: Heudes Regis/Governo de Pernambuco
Leitura:

As primeiras doses da vacina da farmacêutica AstraZeneca e da Universidade de Oxford, desenvolvida em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) chegaram em Pernambuco na madrugada deste domingo (24). Ao todo, são 84 mil doses que serão distribuídas entre os municípios. O uso das doses foi discutido em uma reunião que ocorreu nesta segunda-feira (25).

As doses desembarcaram no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes - Gilberto Freyre às 0h25, em voo operado pela companhia aérea GOL. Elas foram levadas para a central de armazenamento de vacinas da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). Após as definições, as doses serão enviadas para as cidades pernambucanas.

“Esta nova remessa de vacinas nos dá a possibilidade de ampliar e acelerar o processo de imunização em Pernambuco. Ainda aguardamos informe técnico do Ministério da Saúde, bem como a bula da nova vacina. Além disso, iremos pactuar com o Comitê Técnico Estadual e com a representação dos municípios a estratégia para utilização destas novas doses”, explicou o Secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo.

Os 2 milhões de doses, compradas pelo governos ao Instituto de Serum, na índia, chegaram na última sexta-feira (22) ao Rio de Janeiro. A vacina começou a ser distribuída aos estados no sábado (23). 

Campanha de vacinação em Pernambuco

André Longo ressaltou que a vacinação segue normalmente. “Os municípios e as unidades estaduais continuam o processo de vacinação normalmente, já que ainda possuem doses da vacina CoronaVac”, afirmou.

As 270 mil doses da CoronaVac, desenvolvidas em parceria com o Instituto Butantan, chegaram em Pernambuco na  segunda-feira (18) e foram disponibilizadas em 18 horas a todos os 184 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha.

* Com informações do JC Online

Mais Lidas