Saúde

Petrolina recebe capacitação sobre método que reduz arboviroses

Na Indonésia, onde o método é utilizado, um estudo apontou a redução de 77% dos casos de dengue

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 25/01/2021 às 17:38
NOTÍCIA
Divulgação/Agência Brasil
FOTO: Divulgação/Agência Brasil
Leitura:

Voluntários do programa Transforma Petrolina, no Sertão de Pernambuco líderes comunitários, representantes de iniciativas sociais e equipes dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) do município receberam uma capacitação sobre a implementação do 'Método Wolbachia'. A técnica é utilizada no controle de arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

A Wolbachia é uma bactéria presente na maioria dos insetos, como abelhas e borboletas, mas não é naturalmente encontrada no aedes aegypti. Quando implantada no mosquito, ela tem a capacidade de fazer com que o inseto não transmita dengue, Zika e chikungunya, mesmo que o vírus esteja em seu organismo. 

O objetivo de liberar mosquitos com Wolbachia na natureza é fazer com que eles se reproduzam e criem uma nova população de mosquitos que carregam a Wolbachia. Essa nova população, portanto, será inofensiva para os seres humanos. 

Cerca de 50 pessoas participaram do treinamento, ofertado pelo World Mosquito Program (WMP) Brasil. De acordo com a gerente de projetos do WMP Brasil, Érica Canavitsas, a ação pretende apresentar o método à população. "Antes das liberações dos mosquitos com Wolbachia, fazemos o engajamento da população, que é uma fase em que dialogamos com os moradores para apresentar como o método funciona e tirar as dúvidas", explica Érica.

Esse método de controle das arboviroses foi desenvolvido na Austrália e já atua em 12 países e mais de 20 cidades. Na Indonésia, um estudo apontou a redução de 77% dos casos de dengue. No Brasil, ele é implementado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). 

Mais Lidas